Portal Zap - De Alok a Michel Teló, última noite de São João de Petrolina foi marcada pela diversidade






De Alok a Michel Teló, última noite de São João de Petrolina foi marcada pela diversidade
Vem ver:
publicada em 24/06/2019

Com uma vila cenográfica cheia de tradição, um palco gigantesco e uma variedade de ritmos, o São João de Petrolina consagrou a diversidade do período junino.  Depois de uma maratona com mais de 40 shows, a festa chegou ao fim neste domingo (23) ostentando o título de melhor São João do Brasil após reunir mais de 700 mil pessoas em nove dias de festança.

Enquanto muitas famílias mantinham a tradição de acender suas fogueiras, milhares de petrolinenses e turistas começavam a lotar o Pátio Ana das Carrancas para uma noite atípica que abriu espaço, pela primeira vez, para a música eletrônica do DJ Alok.

Os primeiros a chegarem ao pátio foram recepcionados pelo forró do cantor Guilherme Dantas. Em seguida, o cearense Wawa Pinho subiu ao palco para dar seguimento à animação. Depois de duas apresentações de muito forró, a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano levou romantismo ao Pátio Ana das Carrancas fazendo o público cantar novas e antigas canções.

Após a dose de romantismo, a noite de São João abriu espaço para a inovação e trouxe a música eletrônica do Dj Alok que transformou a atmosfera do pátio. Em seguida, o sertanejo de Michel Teló animou o público marcando o adeus à festa.

Para o prefeito Miguel Coelho, a festa chegou ao fim consolidando de vez a grandiosidade do São João de Petrolina. “De fato, foi o melhor São João do Brasil. O petrolinense já sabia que seria a melhor festa do país, mas quem veio de fora também pode comprovar isso. Tivemos aqui grandes artistas de destaque nacional sem deixar de valorizar os artistas da nossa região. Outro fato que chamou a atenção foi a segurança da festa, nove dias sem ocorrências graves só comprovam a responsabilidade e o compromisso de todos os envolvidos”, disse.

Em 2019, a prefeitura mesclou artistas locais como Fabiana Santiago e Maciel Melo, a ícones da cultura nordestina como Elba Ramalho e Geraldo Azevedo e artistas de peso como Safadão, Marília Mendonça, Bell Marques e Ivete Sangalo. Como nem só de grandes shows é feito o São João, a programão cultural segue até o fim de junho com o Forró da Espora e a tradicional Missa do Vaqueiro.

Ascom/Petrolina - Fotos: George Lopes / Portal Zap
TAGS: sao joao de petrolina, portalzap