Portal Zap - Motorista do caminhão preso ontem (09) usava substância ilícita, diz polícia


Motorista do caminhão preso ontem (09) usava substância ilícita, diz polícia
Confira mais:
publicada em 10/09/2018

Noticiamos ontem (9), que um homem foi preso, na Ponte Presidente Dutra, que liga os municípios de Petrolina e Juazeiro após dirigir caminhão desgovernado. Na manhã desta segunda feira (10), entramos em contato com inspetor chefe da 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Paulo Lima, que nos informou que o motorista, Francinaldo Mendes, havia feito uso de um remédio conhecido como "rebite".

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acusado é motorista profissional de caminhão e estava trafegando pela Avenida Honorato viana, em Petrolina, quando bateu em diversos veículos, invadiu a contramão e colidiu com uma carreta que transportava cimento.

Após a batida, o motorista continuou dirigindo e passou a ser perseguido pela polícia. Durante a perseguição, um policial a paisana, na garupa de uma moto, apontou uma arma para o caminhão. O motorista só parou depois que a PRF se aproximou do veículo.

Segundo a PRF, o homem fez o teste do bafômetro e o resultado deu negativo para consumo de bebida alcoólica. Ele confessou para os policiais que toma remédio controlado e havia ingerido rebite. Ninguém ficou ferido durante a perseguição. O motorista foi encaminhado para a delegacia de Policia Civil de Petrolina, onde foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO): "Ele, o motorista, ficou doidão doidão", disse o inspetor.

As vítimas que tiveram os carros danificados podem acessar o site da Polícia Rodoviária Federal, www.prf.gov.br/edad para preencher um documento e demandar judicialmente sobre os danos que sofreram.

A PRF não sabe estimar quantos acidentes no trânsito são causados por influência de anfetaminas, mas informou que, no ano passado, foram apreendidos cerca de 120 mil comprimidos da droga com condutores, a maioria caminhoneiros que usam a substância para aumentar suas jornadas de trabalho.

Geraldo José
TAGS: caminhão, acidente, presidente dutra, juazeiro, petrolina